Implantodontia

Implantes dentários são pinos de titânio semelhantes a um parafuso, presos no osso maxilar (dentes de cima) ou no mandibular (dentes de baixo). O implante ficará no lugar da raiz do dente que foi extraído ou quebrado, e é nele que será instalado o dente artificial. Alguns casos são mais simples, já em outros é necessário “preencher” o osso para dar mais suporte ao implante. Este processo é conhecido como enxerto ósseo, e normalmente o osso utilizado no procedimento vem do próprio paciente, ou é utilizado um biomaterial de origem suíça chamado Bioss. O tipo de implante mais recomendado na atualidade é o ósseo integrado que se mostrou uma revolução no tratamento de pacientes parcial ou totalmente desdentados.

 

IMPLANTES ÓSSEO INTEGRADO: são implantados por meio cirúrgico diretamente no osso maxilar. O período da osseointegração (integração ao osso) leva em média 4 a 6 meses dependendo da região a receber o implante. Após este período, uma segunda cirurgia é necessária para ligar o implante ao meio bucal, nesta fase o cirurgião dentista remove a gengiva que está recobrindo o implante e finalmente, um dente artificial (ou dentes) é conectado ao implante, individualmente, ou agrupado em uma prótese.

Clique aqui para saber mais um pouco sobre o processo do implante