Clareamento dental

Um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio é aplicado sobre a superfície externa do dente. Este gel penetra e se move através do esmalte e da dentina liberando oxigênio que quebra as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.

TIPOS DE CLAREAMENTO 

CLAREAMENTO COM MOLDEIRAS: o paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante mais fraco, para usar diariamente em casa, com o auxílio de uma moldeira, que é feita em um consultório odontológico. O clareamento doméstico é mais seguro e eficaz, pode resolver todos os casos e é o mais utilizado, porém mais demorado.

CLAREAMENTO À LASER: o dentista isola os dentes (com um lençol de borracha) para proteger a gengiva e aplica um agente oxidante forte. O clareamento dental a laser consiste na ativação do gel clareador especial sobre o dente de uma forma mais rápida que a convencional, podendo-se obter o efeito desejado em uma única sessão.

INDICAÇÃO

O clareamento dental ESTÁ INDICADO PARA pacientes que tenham:

  • Dentes manchados por uso de tetraciclina e seus derivados

  • Dentes escurecidos pela idade

  • Dentes com calcificação pulpar causada por traumatismo

  • Dentes acometidos por fluorose e que tenham manchas amarronzadas

  • Dentes com indicação de faceta

O clareamento dental NÃO É INDICADO PARA pacientes:

  • Com dentes hipersensíveis ou hipoplasia de esmalte

  • Crianças com menos de 10 anos de idade

  • Alérgicos a algum componente da fórmula do agente clareador

  • Grávidas ou que estejam amamentando

  • Incapazes de seguir as instruções corretamente